domingo, 29 de setembro de 2013

Lanchonete da Dona Catita, o berço do Rock em Colorado!

O Bar da Dona Catita sempre foi o reduto dos “desajustados”, bebedores de cerveja poéticos, roqueiros perdidos na noite. Um lugar onde as pessoas podiam se esconder da sociedade modista e apenas sentar-se para tomar “uma” sem alguém te olhar com desaprovação. Eis o “Bar da Catita”, que de muitos fregueses na maioria eram diferentes, buscavam uma boa prosa e escutar palavrões infames proferidos pelo Seu Cacildo, dono do bar e de incrível franqueza. E foi num ambiente tão propício que o rock se instalou, sem limitadores, sem censuras e frescuras. Sinto pelos mais jovens que não puderam receber aquele lanche da noite no cesto de bambu que se perdia em meio às tantas voltas de seus enfeites. Aquela chapa de fritar bacon no qual o gato da Dona Catita dormia ao lado, e o seu Cacildo com o palito no canto da boca expulsando “as meninas que só queriam mijar” no bar sem comprar nada, nos dias que tinham baile no C.C.C.
Dona Catita e Seu Cacildo

 É difícil não lembrar saudoso local magicamente underground, com suas mesas de bilhar no salão lateral onde bebedeiras eram abastecidas por uma pequena “abertura na parede”. Seu Cacildo entregava as geladas com certa desconfiança, temendo fugas sem pagamento. Lembro- me quando a carne de hambúrguer em falta era atenciosamente substituída por linguiça, e as canjas nas madrugadas de carnaval a cargo da Dona Catita. O ponto era sempre solicito pelas mesmas pessoas, e com o passar do tempo acabou ficando um fardo pesado para nossos amigos e donos do estabelecimento levarem para frente. O tempo passou e ainda Colorado é carente de um local aberto para o publico rock n´roll, os “velhinhos” tiveram a cabeça bem mais aberta que muito jovem para aceitar que as pessoas podem ser diferentes e que uma balada pode ser levada na guitarra.
Detalhes nostálgico a parte, acredito que as movimentações rock n´roll do Bar da Dona Catita já começaram bem antes do surgimento dessa geração tão relatada aqui no Blog. Mesmo assim, acredito que não foi tão consciente e panfletária quanto fizemos. Tínhamos urgência de Heavy Metal, queríamos mostrar o que fazíamos e não tivemos vergonha de dar errado ou ficarmos estigmatizados por nossa escolha de ser Rock.  Assim surgiu alguns  shows organizados pelo Márcio, depois vieram outros com eu (Vitor) e Pioio na organização. Logo surgiu o Festival de rock da cidade “Futty Rock Fest” que se manteve ativo por várias edições e teve sua estreia no Bar.
Um fato interessante é que os shows feitos por lá eram no esquema “faça você mesmo”, juntávamos todos os equipamentos que podíamos de ensaios e músicos das bandas que se apresentariam e no “catadão” de equipamento, no final acabava dando certo. Sempre tínhamos que correr atrás de transporte pra carregar tudo, algumas vezes o “Carlinhos cabeludo” levava com a pampa do pai dele, outras o Pioio (Guilhotina HC) pegava algum veiculo, tinha o Eduardo (Invaders) que sempre também possuía algum utilitário pra salvar a pátria. Durante a tarde as montagens eram feitas, a passagem de som e ajustes eram finalizados, uma verdadeira arapuca! O seu Cacildo às vezes colocava uma fita K7 no som do bar durantes as montagens para “agradar os roqueiros”, no K7 tinha uns Dance Music ultrapassados que eram  terríveis, porém todo mundo ficava tirando uma onda e deixando o som rolar, afinal era divertido ver a “noção” de rock do seu Cacildão!
 Ponto alternativo da galera desde os anos 80 o bar da dona CATITA, de propriedade do carismático SEU CACILDO e DONA CATITA atravessou tempos somente abrigando a galera mais diferenciada de COLORADO, pessoas reclusas, alternativas, headbangers, rockeiros, cachaceiros, filósofos de boteco, e todos que gostavam daquele ambiente  “obscuro” do bar. Com sua decoração feita com bambus e teias de aranhas, muita coisa nossa geração estiveram por lá aproveitando esse saudoso lugar.
 
Exemplo de um evento organizado na Lanchonete
Hoje homenageamos um casal muito especial que no passado abriram as portas do seu estabelecimento para os eventos alternativos de nossa cidade. Infelizmente algumas fases chegam ao fim, o tempo passa e hoje o conhecido e saudoso BAR DA DONA CATITA não funciona mais, nosso queridos amigos hoje gozam da merecida aposentadoria mais deixaram a sua história no ROCK e HEAVY METAL de COLORADO.

6 comentários:

  1. Tive o prazer e o privilégio de pegar o finalzinho desse tempo "bom"... Ainda me lembro com grande saudosismo o primeiro show de rock que fui na vida, que aconteceu lá!!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa so faltou a plaquinha "TEMOS LANCHE PORCAO". Bons tempos.

    ResponderExcluir
  3. Quantas saudades tempo que não tem mais volta. Muitas músicas boas tocadas neste lugar, muitas noites ouvindo histórias do sr. Cacildo deixará saudades...

    ResponderExcluir
  4. Google+
    Pesquisa
    Imagens
    Maps
    Play
    YouTube
    Notícias
    Gmail
    Mais
    Flavio Eduardo Palhari
    0
    Flavio Eduardo Palhari

    Excluir comentário de: COLORADO HEAVY METAL

    Blogger Flavio Eduardo Palhari disse...
    Tudo em uma tomada só. Era assim tudo no improviso , e desde que me conheço por gente o espaço alternativo era o bar do seu Cacildo . Me lembro de uma noite em que o o club de Colorado não deixou a gente tocar na boate do toscana , juntamos a galera e o seu cacildo sedeu o espaço , Serginho Alabi na batera , Vagnao n guitarra , Fuzinho na guitarra (velha caixa de arame) eu com mi nhas letras e. O vocal e o Zé Roberto no baixo ... fizemos um ensaio com minhas letras e alguma músicas de rock nacional e por fim o Cláudio e o Rick fecharam Boate e trouxeram galera toda que estava lá pra Dona Catita deixando o Silvio Padula muito puto da cara ... é Catitas bar vai ser sempre o ponto de encontro da galera rock and roll ... saudades ....

    19 de junho de 2016 07:05

    Postado em Lanchonete da Dona Catita, o berço do Rock em Colo...

    ResponderExcluir
  5. Google+
    Pesquisa
    Imagens
    Maps
    Play
    YouTube
    Notícias
    Gmail
    Mais
    Flavio Eduardo Palhari
    0
    Flavio Eduardo Palhari

    Excluir comentário de: COLORADO HEAVY METAL

    Blogger Flavio Eduardo Palhari disse...
    Tudo em uma tomada só. Era assim tudo no improviso , e desde que me conheço por gente o espaço alternativo era o bar do seu Cacildo . Me lembro de uma noite em que o o club de Colorado não deixou a gente tocar na boate do toscana , juntamos a galera e o seu cacildo sedeu o espaço , Serginho Alabi na batera , Vagnao n guitarra , Fuzinho na guitarra (velha caixa de arame) eu com mi nhas letras e. O vocal e o Zé Roberto no baixo ... fizemos um ensaio com minhas letras e alguma músicas de rock nacional e por fim o Cláudio e o Rick fecharam Boate e trouxeram galera toda que estava lá pra Dona Catita deixando o Silvio Padula muito puto da cara ... é Catitas bar vai ser sempre o ponto de encontro da galera rock and roll ... saudades ....

    19 de junho de 2016 07:05

    Postado em Lanchonete da Dona Catita, o berço do Rock em Colo...

    ResponderExcluir